Arquivo para 1 de June de 2005

Buscando a sabedoria

Wednesday, 1 de June de 2005

“Ora, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não censura, e ser-lhe-á dada.” (Tiago 1:5)

Há muitas coisas que podemos pedir a Deus, e dentre essas muitas que Ele pode nos dar, e outras que Ele não nos dará. Mas esse texto fala de uma coisa que Deus jamais recusa dar a ninguém que a peça com fé: sabedoria. Mas que sabedoria é esta que Deus dá tão liberalmente? Como Deus nos dá tal sabedoria? E porque isso é tão importante? Salomão nos dá uma idéia da importância da sabedoria:

“A sabedoria é a coisa principal; adquire, pois, a sabedoria; sim, com tudo o que possuis adquire o entendimento. Estima-a, e ela te exaltará; se a abraçares, ela te honrará. Ela dará à tua cabeça uma grinalda de graça; e uma coroa de glória te entregará.” (Provérbios 4:7-9)

Se a sabedoria é a coisa principal, como adquirí-la? E como podemos adquirir algo que nos é dado por Deus se pedimos? Devemos entender que Deus já nos deu a sabedoria em três níveis, mas é preciso que a busquemos onde Ele a colocou. O primeiro nível é a sua palavra:

“Filho meu, se aceitares as minhas palavras, e entesourares contigo os meus mandamentos, para fazeres atento à sabedoria o teu ouvido, e para inclinares o teu coração ao entendimento; sim, se clamares por discernimento, e por entendimento alçares a tua voz; se o buscares como a prata e o procurares como a tesouros escondidos; então entenderás o temor do Senhor, e acharás o conhecimento de Deus. Porque o Senhor dá a sabedoria; da sua boca procedem o conhecimento e o entendimento; ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos; e escudo para os que caminham em integridade, guardando-lhes as veredas da justiça, e preservando o caminho dos seus santos. Então entenderás a retidão, a justiça, a eqüidade, e todas as boas veredas. Pois a sabedoria entrará no teu coração, e o conhecimento será aprazível à tua alma…” (Provérbios 2:1-10)

“A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos simples.” (Salmos 19:7)

O segundo, que provém do conhecimento da Sua palavra, é o temor e a obediência:

“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; têm bom entendimento todos os que cumprem os seus preceitos; o seu louvor subsiste para sempre.” (Salmos 111:10)

E qual é o terceiro nível? Nada mais que a Palavra encarnada, a sabedoria revelada, o filho de Deus:

“Pois, enquanto os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria, nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos, mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus. (…) Mas vós sois dele, em Cristo Jesus, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção; para que, como está escrito: Aquele que se gloria, glorie-se no Senhor.” (I Coríntios 1:22-24,30-31)

“Na verdade, entre os perfeitos falamos sabedoria, não porém a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que estão sendo reduzidos a nada; mas falamos a sabedoria de Deus em mistério, que esteve oculta, a qual Deus preordenou antes dos séculos para nossa glória; a qual nenhum dos príncipes deste mundo compreendeu; porque se a tivessem compreendido, não teriam crucificado o Senhor da glória.” (I Coríntios 2:6-8)

“…para que os seus corações sejam animados, estando unidos em amor, e enriquecidos da plenitude do entendimento para o pleno conhecimento do mistério de Deus - Cristo, no qual estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência.” (Colossenses 2:2-3)

Assim, se queremos a sabedoria de Deus de fato, se a pedimos de fato, a buscaremos; e a acharemos progressivamente em três coisas: na Sua palavra, no Seu temor, e no Seu Cristo. Tal sabedoria é verdadeiramente divina e preciosa:

“Mas a sabedoria que vem do alto é, primeiramente, pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia.” (Tiago 3:17)

E, se seguirmos a sabedoria de Deus, o nosso Senhor Jesus Cristo, em temor e obediência, como revelado na palavra de Deus, então se cumprirá em nós o que Salomão disse em Provérbios 4:9:

“E, quando se manifestar o sumo Pastor, recebereis a imarcescível coroa da glória.” (I Pedro 5:4)

Assim entendemos porque Deus dá tal sabedoria tão liberalmente; porque assim Deus entregou Seu Filho por nós, e acharemos tal sabedoria nele, e nele somente. E nessa Sabedoria, acharemos tudo que nos é necessário, toda riqueza, todo dom perfeito, e pleno amor, no Senhor e na sua graça.

“Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! Pois, quem jamais conheceu a mente do Senhor? ou quem se fez seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele, e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.” (Romanos 11:33-36)